Mini Jardins – Por Amora Black

By 21 de julho de 2014Decoração, Destaques, Dicas

Os mini jardins estão invadindo o mundo da decoração!

 

Mini Jardim

 

O estudante de Arquitetura André Arozio e o Biólogo Flavio Henrique Sant’Ana iniciaram este projeto quando foram desafiados na tentativa de montagem de um jardim em casa que não precisasse de muito sol, e acima de tudo ocupasse pouco espaço.

Depois de muitas pesquisas, quais as plantas se adaptavam melhor a estas condições, fizeram um terrário de musgos e pequenas plantas que se mantivessem bem em um recipiente fechado, equilibrando a quantidade de luz e água, para que não houvesse quase nenhuma manutenção.

IMG-20140704-WA0056

E foi assim que surgiu seu primeiro mini jardin …o primeiro trabalho divulgado no instagram

Mini Jardim

 

Mas  não se preocupem, não existe regra para o tamanho do “vaso”, pote ou recipiente que queira montar o seu mini jardim.

 

Quando questionado sobre o tempo, materiais utilizados, durabilidade e manutenção, o Arquiteto e Biólogo nos contou:

 

O tempo de montagem depende do tamanho do vidro e da dificuldade de acesso ao interior dele. Um mini jardim em uma lâmpada incandescente comum, precisa ser feito com pinça e os musgos plantados um a um, o que leva um tempo médio de 30 min. Já os vidros de boca maior, em média de 15 a 20 min.
Os materiais utilizados são, o recipiente onde se quer fazer o jardim, pedras de tamanhos diferentes, areia, carvão, terra de compostagem e tipos variados de plantas.

Mini Jardim

 

A durabilidade esta ligada ao cuidado e o local onde a pessoa mantém sem jardim. Existem casos que achamos em nossas pesquisas de terrários fechados em garrafa a mais de 30 anos, sem nem sequer retirar a tampa.
A maneira como o jardim é montado faz com que água se mantenha na parte abaixo da terra, onde ficam as pedras, e assim é absorvida pela raiz das plantas, e eliminada pela transpiração das folhas, voltando assim a atmosfera do recipiente. Em dias frios pode se notar um certo embaçamento do vidro ou até gotejamento fazendo com que a água retorne para a terra. Alem disso, a terra utilizada é rica em restos de matéria orgânica, que ao se decomporem liberam gás carbônico, utilizado pela planta para a fotossíntese, formando assim um ciclo onde mantém a vida dentro do mini jardim. Vale lembrar que nosso planeta é também um ecossistemas fechado, em escala muito maior, que nossa agua e nosso ar se recicla constantemente sem necessidade de entrada e saída de materias de nossa atmosfera, o mini jardim traz em si uma conscientização da nossa responsabilidade em não desequilibrar esse nosso grande ecossistema, fazendo com que consigamos manter nossa vida aqui dentro.

 

Mini Jardim

Mini Jardim

Mini Jardim

 

Quer saber mais sobre o trabalho do André e Flávio?

>>>>> entre em contato pelo e-mail amora.mjardins@gmail.com ou pelo insta @amora.mjardins

 

 

Espero que tenham gostado desta nova dica…

 

Fontes de pesquisa e imagem: Amora Black

Author Patricia Martino

Arquiteta, Decoradora e autora do blog http://www.pmartino.com/blog/

More posts by Patricia Martino

Join the discussion One Comment

Leave a Reply