Marmoglass x Nanoglass

A diferença entre o marmoglass e nanoglass é um dos temas que muitas pessoas questionam na hora de escolher o revestimento que utilizarão em bancas, aparadores, pias, pisos etc.
Foi pensando nisso que montei este post e as perguntas mais frequentes…
_____________________________________________________________________
Qual a diferença ente Marmoglass e Nanoglass?

Os dois são mármores industrializados produzidos a partir do pó de mármore e vidro. Duros, resistentes e contra riscos, seu brilho é diferenciado da pedra de mármore tradicional.

Muitas empresas de mármore já deixaram de trabalhar com o Marmoglass, pois durante o processo de corte e montagem das peças, há grande risco de pequenas lascas acontecerem. Tudo isso pois na fabricação do marmoglass é feito uma fina película de vidro como acabamento.
O Nano por sua vez, por ser produzido a partir da Nanotecnologia, permitindo uma fusão constante e equilibrada, onde o vidro já está incluso em sua composição.
Qual é mais resistente?

Na minha opinião e de muitos especialistas, para áreas de trafego intenso, de alta rotatividade e utilização, recomenda-se o Nanoglass, pois como explicado no primeiro item, sua característica de fabricação se aplica a nanotecnologia, ou seja, menos bolhas e ar e uma pedra muito mais homogênea.

Tem diferença de tonalidade se colocarmos o branco do Marmoglass ao lado do branco Nanoglass?

Sim. Se colocarmos lado a lado uma pedra branca de Marmo ao lado da Nano, veremos que o mármore mais puro, branco e sem manchas será o Nanoglass.

Qual o custo médio desses dois tipos de revestimento?

Marmoglass R$ 800,00 por m2 

Nanoglass R$ 1.100 por m2

Valor médio de mercado, considerando uma chapa a ser cortada conforme projeto encaminhado a marmoraria. Este valor de m2 foi cotado no dia 10 de abril de 20113 com a marmoraria Pedras Amazonas.

Onde posso utilizá-los?

Como sempre falo, o ideal é ver onde será utilizado, frequência de utilização e o mais importante para qual finalidade. Como sabemos o Marmoglass tem bolhas de ar em sua composição, mesmo sendo vitrificado, devemos ficar atentos por ser mais delicado.

Pode ser utilizado para decoração interna e externa, tanto para revestimentos e pavimentos, bem como, tampos de balcão, pias, lavatórios, peças de mobiliário, decorações e pisos paginados.

Se escolher um Marmoglass ou Nanoglass de cor clara, por exemplo o branco leitoso, ao colocar na bancada da cozinha corre do risco de manchar a pedra?

O Marmoglass correrá mais risco de manchar do que o Nano. O Marmoglass é feito apenas com uma película de vidro e o Nano tem em sua composição quase 100% em vidro.

Qual a manutenção dada ao mármore? Quais produtos posso utilizar para limpar este tipo de pedra?

Sempre recomendo não passar produtos abrasivos. Por mais resistente que o mármore pareça ser, sendo vitrificado ou não, com a ação do tempo e a própria utilização da pedra, o mármore vai se desgastando, ficando mais poroso e tendo um acumulo maior de sujeira. Apenas detergentes de PH Neutro existentes no mercado é o suficiente.

 

Fontes de imagem e pesquisa: 

Euro Mar  |   Marmogalss   |   Nanoglass   |   O Terceiro Sonho   |    Portuguese

Author Patricia Martino

Arquiteta, Decoradora e autora do blog http://www.pmartino.com/blog/

More posts by Patricia Martino

Join the discussion 9 Comments

  • joalyson disse:

    Muito obrigado adorei a explicacao

  • Lisiane disse:

    Olá! uma duvida, é possivel fazer uma borda maior na bancada com o nanoglass ou ela só pode ser da espessura da chapa?

    • patriciamartino disse:

      Olá Lisiane, desculpe demora.

      Com o retorno das atividades do blog, irei elaborar uma matéria em específico para sua dúvida!
      Espero que ajude a todos…

      Abs

    • Moniky Schiavinatto disse:

      Sim é possível fazer bordas ou saia em bancadas de nanoglass desde que seja feito acabamento 45º (nas emendas).

  • […] encontramos “N” opções de pedras e acabamentos, mármore travertino Navona / Romano, nanoglass x marmoglass, branco prime, piguês, carrara, moca crema, granito preto São Gabriel, granito preto absoluto […]

  • Erika Bessa disse:

    Queria saber de alguem que instalou a pedra se houve arrependimento, posi ja ouvi falar que mancha, que trinca e nao sei ate onde isso eh verdade… desde ja agradeco pela ajuda!!!

    • patriciamartino disse:

      Oi Erika, boa noite.

      Não
      irei mentir, mas realmente, se deixar uma embalagem, como por exemplo de
      enxaguante bucal, que geralmente tem respingos em sua volta e torna aquela
      marca no fundo da embalagem, poderá marcar sua bancada com o tempo (mantendo
      sempre na mesma posição, e não limpando com frequência…provavelmente anos até
      que comece ter sempre aquela marquinha na pedra).

      Hoje em dia, a maioria das marmorarias pararam de trabalhar com o nanoglass e marmoglass. Este tipo de mármore foi substituído pelo branco prime.

      Qualquer mármore é poroso, alguns menos e outros mais (branco
      prime x travertino, por exemplo).

      Lógico, não sou nenhuma especialista em mármores, escrevo a respeito
      pelo conhecimento adquirido na especificação deste material em projetos
      residenciais e pelo forte contato com fornecedores de confiança durante o
      processo de especificação, execução e instalação das bancadas. *Sempre informo todos clientes os pros e contra da utilização / escolha do material ou revestimento.

      Não recomento a utilização de nenhuma pedra branca, inclusive caesarstone, em cozinha e áreas gourmet, pois o cuidado com este tipo de pedra precisaria ser excessiva, vamos dizer que qualquer respingo de carne ou vinho seria fatal.

      Já trabalho a um bom tempo com este tipo de material, e posso
      dizer que bancadas instaladas a mais de 4 anos em banheiros até hoje não
      apresentaram/reclamaram de nenhum tipo de sinal ou mancha. Tudo dependerá do seu cuidado e manutenção com a peça.

      Quanto as trincas, dependerá de como será sua utilização. Qualquer bancada, seja mármore ou outro material, vidro / louça / laca / madeira, precisa de cuidados especiais, pois qualquer batida intensa em sua quina tirará lascas ou danificará de alguma forma o acabamento.

      Importante é neste momento buscar empresas de confiança e que possuam garantia na peça executada, como também em sua instalação.

      Outra questão crucial, como comentado, é a manutenção.

      Não é recomendada a utilização de produtos abrasivos, tipo veja, cândida ou multi usos, pois com o tempo, retirará a resina ou a película de proteção aplicada, deixando sua pedra vulnerável a absorção de qualquer liquido que possa vir a manchar a peça. Utilize apenas água e detergente neutro.

      Espero que tenha ajudado.

      Abs,

Leave a Reply